Conversões, taxas e vendas no e-commerce

mãos a escrever numa folha e um telemovel por cima das folhas

O que é uma conversão

Antes de tudo temos que perceber o que é uma conversão! Uma conversão ocorre quando um visitante do seu website conclui um objectivo desejado, como por exemplo: preencher um formulário ou fazer uma compra.

A percentagem do total de visitantes que convertem é chamada de taxa de conversão (mas sobre isso vamos falar mais à frente).

Dependendo dos objetivos do seu website ou negócio, os tipos de conversão podem incluir:

  • Vendas online;
  • Leads;
  • Inscrições de e-mail;
  • Preenchimentos de formulários;
  • Ligar para o seu negócio;
  • Fazer o download de algo;
  • etc…

Existem outras ações que se podem considerar conversões podem ser realizadas num website, mas esta lista já deve dar uma ideia do que basicamente é uma conversão. Em suma, uma conversão é uma ação mensurável que faz um potencial cliente tornar-se num cliente pagante.

O que é uma taxa de conversão

De forma simples e prática – é a percentagem de visitantes ao seu website que converteram!

Dissemos “taxa de conversão” ainda há pouco, por isso, que melhor momento para se falar de tal do que agora…

É assim que se calcula a taxa de conversão

Taxa de conversão = (conversões / número total de visitantes) * 100%

O que é uma boa taxa de conversão

Como deve imaginar, as taxas de conversão variam consideravelmente dependendo da qualidade do tráfego, do setor, do negócio, do que está a vender e até mesmo da ação de conversão específica que está a acompanhar. 

Como resultado, embora possa encontrar estatísticas amplas de taxas de conversão, o que se qualifica como uma boa taxa de conversão para si será, em última análise, específico ao seu negócio e à sua campanha de marketing.

Além disso, é importante lembrar que uma conversão nem sempre é o mesmo que uma compra. Embora a taxa de conversão seja uma métrica útil, o objetivo da maior parte do marketing não é produzir conversões – é produzir vendas.

A verdade pura e crua é que uma boa taxa de conversão está entre os 2% a 5% – existem sempre espaço para melhorias, continue connosco e veja abaixo como.

Conheça as vantagens de ter um e-commerce e migrar do Offline para o Online.

Como posso aumentar a minha taxa de conversão?

Compilamos um pequena lista de DIY (Do It Yourself) bastante fácil de aplicar: 

  1. Adicione um pop-up ao seu site
  2. Remova os campos desnecessários do formulário
  3. Adicione avaliações de clientes ou logotipos de parceiros
  4. Fortalecer o seu CTA
  5. Adicione um chatbot ao seu website
  6. Mude a estratégia de oferta
  7. “Money back guarantee”
  8. Facilite o processo de compra
  9. Adicionar uma contagem regressiva de fim de oferta
  10. Testes A / B

Para além destes passos rápidos pode sempre contactar também uma agência especializada em marketing digital como a Logrise! Estamos sempre focados nas suas vendas e fazemos do marketing a nossa vida – já conheceu o nosso robot Amplifier? Com Inteligência Artificial que funciona de forma autônoma para otimizar as suas campanhas 24/7 todos os dias do ano.

Tenho um E-commerce! Como posso aplicar tudo isto ao meu negócio online?

Seria fácil se do nada começasse a ter milhares de visitas todos os dias e que  todos esses visitantes comprassem algo! 

Existem várias etapas pelas quais eles passam antes de finalizar o pedido. Vamos ver este processo que leva os visitantes ao resultado desejado – a compra – e, com sorte, terá o seu funil de conversão pronto no fim deste artigo.

Podemos ver num quadro generalista algo como:

Neste caso estamos a falar de tráfego pago – através de anúncios da plataforma Facebook Ads – aqui, estamos a direcionar tráfego para o nosso website de e-commerce na esperança de fazer vendas.

Utilizando o pixel do Facebook, conseguimos monitorizar as nossas conversões e construir um funil de vendas, percebendo então onde existe desistência ou quantas vendas foram feitas.

Esta etapa é crucial para compreender o comportamento dos seus visitantes! Imagine que tem muitas adições ao carrinho mas que não existem vendas – possivelmente o seu website não está configurado e optimizado para uma navegação intuitiva. (Recomendamos a leitura: Carrinhos abandonados? 6 motivos e soluções para recuperá-los)

Mesmo neste cenário, existindo uma taxa de desistência da compra final, é possível compilar listas com a conversão de taxa de abandono e fazer campanhas de remarketing utilizando uma landing page com um preço especial do artigo para conseguir agarrar a venda final!

Isto é um pequeno exemplo de funil de vendas que pode aplicar às suas campanhas, lembre-se que se acha difícil ou se não conseguir peça sempre a ajuda de profissionais! Estaremos cá à espera do seu contacto!